Total de visualizações de página

sábado, 23 de abril de 2011

Órtese, Prótese e Terapia Ocupacional

              Uma órtese, conforme definição ISO, é um apoio ou dispositivo externo aplicado ao corpo para modificar os aspectos funcionais ou estruturais do sistema neuromusculoesquelético para obtenção de alguma vantagem mecânica ou ortopédica. Refere-se aos aparelhos ou dispositivos ortopédicos de uso provisório ou não, destinados a alinhar, prevenir e/ou corrigir deformidades e/ou melhorar a função das partes móveis do corpo. Como exemplo temos: o aparelho dentário ortodôntico, pois corrige a deformidade da arcada dentária. E prótese substitui um membro (prótese de membro inferior e/ou superior), como exemplo temos: a dentadura ou um implante dentário, pois substitui o órgão e sua funçâo (substitui os dentes); em individuos amputados, traumáticos ou não.
          Órteses e próteses geralmente são prescritas por médicos (geralmente ortopedistas e fisiatras), odontólogos, veterinários, fisioterapeutas e terapeutas ocupacionais, sendo que o Terapeuta Ocupacional além de prescrever, também confecciona com material termoplástico, reajusta, e treina o paciente com a órtese ou prótese para uma melhor adaptação e independência nas AVD's e AIVD's, orienta quanto ao uso, colocação e formas de manutenção da órtese.

              Temos quatro tipos de órteses com suas respectivas funções:

Estabilizadoras: Mantém uma posição e impedem movimentos indesejados, o que dá a esse tipo, a utilidade como correção de pé equino, fraturas e dores, e para diminuir a amplitude articular de um segmento inflamado ou doloroso.

Dinâmicas ou Funcionais: São mais flexíveis, e permitem um movimento limitado.

Corretoras: Indicadas para corrigir deformidades esquelética. Geralmente tem seu uso em idades infantis para corrigir membros em desenvolvimento.

Protetoras: Mantém protegido um orgão afetado.




           Prótese para membro inferior e órteses para membro superior (braço,                                            punho, mão e dedo)


                                          
            Órtese articulada para tornozelo: estabiliza o tornozelo lateral e                                                       medialmente, bloqueando a flexão plantar, muito utilizada em crianças                                           com paralisia cerebral; pé equino; paralisia do músculo tibial anterior                                             (pé-caído); A.V.C ou derrame.                                                         

Um comentário:

  1. Com a órtese plantar e possível o uso se sapatos ou sandálias. Não quero ficar so com a órtese. Espero resposta obrigada ludimila

    ResponderExcluir